Notícias

Fique por dentro!
Início » Bagunça que custa vidas

Bagunça que custa vidas

Uma bagunça generalizada, cada um tirando o seu da reta e quem paga é o povo. Ao invés de resolverem o problema da falta de vacinas para a segunda dose contra a covid-19 em oito capitais, os ministros de Bolsonaro ficam se culpando. De acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a interrupção é resultado da conduta de seu antecessor no comando da pasta, Eduardo Pazuello. Enquanto isso o Brasil segue sem perspectiva de vacinação da sua população, hospitais superlotados e com riscos de surgimentos de novas variantes.
Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *