Notícias

Fique por dentro!
Início » VazaJato: Moro escondeu palestra paga dada a empresa, o que é ilegal. “Puro Lapso”, justifica o ex-juiz…

VazaJato: Moro escondeu palestra paga dada a empresa, o que é ilegal. “Puro Lapso”, justifica o ex-juiz…

O juiz que condenou sem provas o candidato favorito nas eleições presidenciais de 2018 e, com isso, impediu sua candidatura, omitiu da Justiça palestra dada a empresa em 2016, e hoje justifica a ilegalidade com o argumento de que foi “puro lapso”.

A legislação exige que juízes de todas as instâncias informem todas as palestras e eventos que podem ser considerados como “atividades docentes”. Moro ignorou essa resolução do Conselho Nacional de Justiça. Em 2017, o hoje ministro de Bolsonaro (presidente eleito beneficiado pela decisão de Moro de condenar Lula) assim se referiu à palestra omitida à Justiça, em mensagem ao parceiro (o que também é ilegal) Deltan Dallagnol: “Bem organizada e bem paga.”

As informações, gravíssimas, são a nova parte do pacote da Vaza Jato, e foram publicadas na edição deste domingo 4 de agosto da Folha de S. Paulo.

Leia mais: http://bit.ly/2KeSIa4

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *