Notícias

Fique por dentro!
Início » Vaidade sem limites: Dallagnol procurou apoio de evangélicos para uma vaga no Senadoem 2022

Vaidade sem limites: Dallagnol procurou apoio de evangélicos para uma vaga no Senadoem 2022

Dallagnol nunca foi “apolítico” e “apartidário” como dizia. Após ter recusado a ideia de se candidatar ao Senado em 2018, sugerida por outros procuradores, e decidido a continuar no Ministério Público Federal, o procurador-chefe da Lava Jato não deixou a política de lado. Pelo contrário: colocou em prática um plano para “aumentar sua influência” usando “grupos de ação cidadã em igrejas e viagens”. Membro da Igreja Batista do Bacacheri, em Curitiba, ele recorreu às igrejas evangélicas, onde tem atuado ao menos desde 2015 na defesa da Operação Lava Jato. É o que revelam as conversas do Telegram recebidas pelo The Intercept Brasil e analisadas em conjunto com a Agência Pública.

As articulações de Dallagnol inclui contato com Silas Malafaia. Segundo os chats vazados, ele também fez lobby com maçons, rotarianos e empresários, além de produzir um PowerPoint para explicar a fiéis de igrejas que os avanços da Lava Jato seriam frutos de “providência divina”.

Leia mais: https://bit.ly/2mx467G

#VazaJato

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *