Notícias

Fique por dentro!
Início » A trégua a Bolsonaro acabou!

A trégua a Bolsonaro acabou!

Esta história nebulosa envolvendo a família Bolsonaro me lembra o que ocorreu com um velho conhecido nosso, o Aécio Neves. Sabia-se que, a partir do dia em que a mídia parasse de ignorar os malfeitos do então poderoso tucano, a casa ia cair. Eu me lembro muito bem das denúncias que fiz quando ele ainda era governador em Minas, todas solenemente ignoradas pela grande mídia. Mas um dia essa festa acabaria.

Como sabemos, a festa de Aécio acabou e ele virou um morto-vivo político — ainda que impune, graças à amizade que tem com gente como o atual ministro Sergio Moro.

Com Bolsonaro ocorreu e ocorre o mesmo, embora em velocidade muito maior. Todos sabiam que a família não resistiria à mais elementar investigação. A mídia e o Judiciário, contudo, empolgados que estavam com a possibilidade de enfim vencer o PT no voto, desprezaram várias informações ou pautas que existiam já naquela época (ano passado).

Deu no que deu. A trégua à corrupção dos Bolsonaros acabou e ele está em maus lençóis.

Tenha certeza que muita ilegalidade, cada uma maior que a outra, ainda aparecerá. É uma turma que enriqueceu de forma misteriosa e não coerente com a origem legal da renda (no caso, o salário como deputados, já que todos os Bolsonaros não fazem outra coisa na vida).

Saberemos a real ligação da família com as milícias cariocas, que inclusive foram favorecidas pelo decreto de Moro/Bolsonaro que libera a posse de armas.

O Brasil passa por um momento delicado — mais um, desde que decidiram jogar a democracia no lixo, tirar uma presidenta sem crime e prender o líder mais popular da nossa história por um tal de “ato de ofício indeterminado”.

As trambicagens da família Bolsonaro são apenas a parte mais aparente do problema. As políticas que ela promete para o país farão estrago ainda maior, e já fazem, uma vez que já eram executadas pelo nefasto governo Temer. A regressão do país à Idade Média, por exemplo, pondo fim aos mais elementares direitos trabalhistas, como a aposentadoria. O ataque ao meio ambiente. A entrega das estatais. O fim da diversidade.

Sem mobilização popular, é um governo que promete. Promete transformar o Brasil num grande Porto Rico, sem qualquer pudor em colocar-se como colônia americana.

Teremos a tarefa de lutar pela democracia, em risco com a militarização do governo já desgastado. Tal tarefa impõe mobilização social e popular, único antídoto eficaz contra retrocessos nos direitos, autoritarismo das elites e entreguismo do país e nossas estatais.

Rogério Correia, deputado federal eleito
Mandato Sempre na Luta
#CPIdoQUEIROZ

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *