Notícias

Fique por dentro!
Início » Trabalhadores ocupam ruas de BH contra as reformas de Temer

Trabalhadores ocupam ruas de BH contra as reformas de Temer

10/11/2017

Milhares de belo-horizontinos ocuparam as ruas da região central da cidade para protestar contra as reformas do governo Temer, principalmente a trabalhista e a da Previdência. A partir das 9h, um ato na Praça da Estação, convocado pelas principais centrais sindicais, reuniu os trabalhadores, que saíram em passeata até a Praça Sete e, de lá, até a Praça da Assembleia.

“É uma resposta clara o que está ocorrendo hoje, já que milhares de pessoas enfrentam a situação adversa, de desemprego forte, e resolveram vir às ruas na sexta-feira para protestar”, disse a presidenta da CUT-MG e coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueira.

O deputado Rogério Correia, que também participou dos protestos, resumiu: “Somente com mobilização popular será possível barrar essas reformas que retiram direitos dos mais pobres”, afirmou. “O Congresso já provou que é majoritariamente golpista e não está disposto a defender os trabalhadores. Então nos resta como única saída a mobilização do povo.”

O motivador principal da convocação do Dia Nacional de Paralisação, que também aconteceu nas outras capitais brasileiras, é a implementação, a partir de amanhã, da reforma trabalhista enviada pelo governo federal e aprovada pelo Congresso este ano. A expectativa é que o trabalhador seja o maior perdedor, já que a reforma defende a negociação sobre o direito adquirido em lei: ou seja, o empresário pode impor derrotas ao empregado mesmo que não previstas em lei, desde que seja acordado entre as partes – o que, num cenário de desemprego alto como o atual, significa pressão forte sobre a parte mais fraca, ou seja, o trabalhador.

 

 

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *