Notícias

Fique por dentro!
Início » Minas não aceita golpe; lançado manifesto em defesa de Dilma

Minas não aceita golpe; lançado manifesto em defesa de Dilma

12009545_905284086224634_43274343300642195_n
Minas não aceitará uma ruptura democrática

Representantes e parlamentares mineiros de seis partidos e da seção mineira da Frente Brasil Popular lançam nesta quinta-feira (17), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, manifesto pela “normalidade republicana”. No texto, os partidários ressaltam que não aceitam uma ruptura democrática como tanto deseja a oposição e manifestam apoio ao mandato da presidenta Dilma Rousseff.

Leia abaixo:

MANIFESTO EM DEFESA DA NORMALIDADE REPUBLICANA

Nós, os deputados do Bloco Minas Melhor, formado na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais por PT, PMDB, PCdoB, PROS, PR e PRB, bem como os representantes dos partidos em Minas Gerais e lideranças sindicais e de movimentos sociais, vimos de público defender a normalidade republicana em nosso país, destacar nosso zelo pela ordem democrática e manifestar nosso apoio ao mandato da presidenta Dilma Rousseff.

Consideramos que a presidenta Dilma Rousseff recebeu das urnas o mandato que a legitima no exercício da Presidência da República até 2018 e que todo movimento em contrário fragiliza a ordem constitucional, coloca sob risco as instituições, ameaça as liberdades democráticas e faz retroceder as conquistas contra o autoritarismo duramente conquistadas pelos brasileiros no curso da história.

Denunciamos que setores golpistas dos partidos de oposição inconformados com os resultados das últimas eleições e mídia, distante dos critérios de imparcialidade e objetividade, têm comandado uma insistente orquestração contra a presidente. Com isso alcançando deteriorar o ambiente político, dificultar a aprovação de medidas e, ainda, favorecer o clima de insegurança e intolerância entre os brasileiros.

Entendemos que a presidenta Dilma Rousseff contribuiu decididamente para a eliminação da pobreza e a redução das desigualdades em nosso país e que alcançou índices sociais nunca antes registrados em nossa história, tendo também assegurado integral respeito às liberdades democráticas e garantido livre espaço para o trabalho de combate à corrupção.

A presidente aprimorou os meios de transparência dos gastos públicos, o que possibilita o acompanhamento e a fiscalização por parte da sociedade.

Avaliamos que a presidenta Dilma Rousseff, que é cidadã honesta, trabalhadora e dedicada, não medirá esforços para superar os atuais momentos difíceis no Brasil e conduzirá o povo brasileiro a novos patamares das conquistas por ele justificadamente almejadas, assegurando, por outro lado, a manutenção da ordem constitucional, a solidez das instituições e a prevalência do regime democrático.

Por todas essas razões, ao apoio que aqui manifestamos, somamos o convite para que os partidos políticos, as instituições, a sociedade civil organizada e o cidadão se façam presentes e contribuam para que a travessia a que o país se obriga seja feita em curto tempo e seja capaz de devolvê-lo ao ideal de paz e prosperidade de que não podemos jamais abrir mão.

Dep. Rogério Correia (PT)
Líder do Bloco Minas Melhor

Dep. Durval Ângelo (PT)
Líder do Governo

Dep. Vanderlei Miranda (PMDB)
Líder da Maioria

Dep. Adalclever Lopes (PMDB)
Presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Antônio Andrade
Pres. PMDB/MG e Vice-governador de Minas Gerais

Wadson Ribeiro
Pres. PCdoB/MG

Sávio Souza Cruz
Secr. Geral PMDB/MG

Cida de Jesus
Pres. PT/MG

Dep. Gilberto Abramo
Pres. PRB/MG

Dep. Rosângela Reis
Vice-pres. PROS/MG

Frente Brasil Popular/MG

Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

 

 

Em Brasília, partidos da base assinam manifesto em defesa de Dilma

Na última terça (15), PMDB, PCdoB, PP, PSD e PROS assinaram durante café da manhã na Câmara dos Deputados, um manifesto em defesa do mandato da presidenta Dilma Rousseff.

Líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ) disse que a presidenta está “100% forte no cargo” e criticou movimentos da oposição que, desde o início do segundo mandato, vêm buscando fundamentos para abertura de um processo de impedimento do governo. Há cinco dias, quatro partidos de oposição lançaram um manifesto virtual a favor da saída de Dilma. “Tenho a percepção de que eleição se disputa até as 17h do dia do pleito, após isso tem que se respeitar o resultado das urnas, pode se fazer oposição e críticas, mas tem que respeitar o mandato.”

O deputado ainda afirmou que a tramitação, no Congresso, das últimas medidas anunciadas pelo Planalto, incluindo a possibilidade de recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), não será simples. Ele classificou as propostas de “tema espinhoso”, mas disse que o Legislativo não pode abrir mão de discutir uma solução para a situação econômica do país. “As medidas são no intuito de reorganizar as finanças públicas e fazer com que o país volte a crescer. A economia, neste momento, estagnou-se e é preciso esse movimento para que retome sua trajetória de crescimento.”

Democracia

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, que é fundador e presidente nacional do PSD, também defendeu os anúncios. “Neste momento, o governo fez o que tinha que fazer: cortar o máximo possível e criar receitas que nos permitam o equilíbrio e superávit em 2016”, afirmou. Kassab destacou que um momento de dificuldade não pode tirar a legitimidade dos votos que elegeram Dilma. “Não podemos macular o fortalecimento e a imagem da nossa democracia com ações que não estejam compatíveis com a legalidade, com o funcionamento das instituições que é hoje o grande patrimônio que a sociedade tem.”

O presidente do PT, Rui Falcão, que também participou do café da manhã, comparou o documento a um ato de defesa da democracia, mas garantiu que não é um movimento para impedir a ação da oposição no Congresso. “[A oposição] tem direito de fazer o que quiser, mas aqui vamos nos manifestar também para mostrar para sociedade brasileira que não é por que alguém acha que o governo não vai bem que tem o direito de retirar o mandato à força.”

Fonte: Agência Brasil

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *