Notícias

Fique por dentro!
Início » O Malvado ataca os servidores: Bolsonaro veta direitos até 2021

O Malvado ataca os servidores: Bolsonaro veta direitos até 2021

Em mais uma maldade contra o funcionalismo, Bolsonaro vetou da lei complementar 173/20, qualquer tipo de direitos como reajustes, progressão, promoção, dentre outros, até 2021, dos servidores dos municípios, estados e da União.

Bolsonaro e Paulo Guedes cortam do povo, ao mesmo tempo que tratam os bancos a pão de Ló. Você sabia que a Receita Federal reduziu, em abril, de 20% para 15% a alíquota de CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) cobrada dos bancos? Pois é! E tudo isto porque as instituições financeiras tiveram lucros recordes no último ano, faturando mais de R$ 100 bilhões.

Para o projeto de lei apresentado pelo governo em maio, que presta socorro aos estados e munícipios, o deputado federal Rogério Correia (PT-MG) foi um dos autores, junto à bancada do PT, da emenda que exclui do arrocho salarial todos os trabalhadores em educação pública, profissionais da segurança pública, limpeza urbana, assistência social e profissionais da saúde.

Ainda assim o governo Bolsonaro insiste em implementar sua covardia sem fim, apontando, mais uma vez, os servidores e assalariados para serem os sacrificados em qualquer crise brasileira.

Será preciso agora iniciar uma ampla campanha para a derrubada do veto incluindo todos os partidos da rede de oposição, sindicatos e movimentos sociais. #ForaBolsonaro.

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *