Notícias

Fique por dentro!
Início » Neste governo não tem um que salva: novo presidente da Fundação Palmares nega a existência do racismo no Brasil

Neste governo não tem um que salva: novo presidente da Fundação Palmares nega a existência do racismo no Brasil

Um órgão tão importante como a Fundação Cultural Palmares, que incentiva e preserva a cultura afro-brasileira, não pode ser presidido por alguém que despreza e ofende as tradições, a arte e a ancestralidade de um povo.

O novo presidente da instituição, Sérgio Nascimento de Camargo, já afirmou que no Brasil não existe “racismo real”, que a escravidão foi “benéfica para os descendentes” e que o movimento negro precisa ser “extinto.

Dizer que “racismo não existe” em um país no qual 75% das vítimas de homicídio são negras é até agressivo. Saber que esse pensamento vem de um negro e, pior, do agora presidente da Fundação Palmares, chegaria a ser até desanimador – se desânimo fosse um sentimento a que tivéssemos direito nestes tempos de governo Bolsonaro, tão exigentes de luta do povo contra seus desmandos.

Leia mais: https://glo.bo/2XQ7BVx

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *