Notícias

Fique por dentro!
Início » Moro não quer ser ministro. Só pensa “naquilo”…

Moro não quer ser ministro. Só pensa “naquilo”…

Sergio Moro não sabe bem o que é ser ministro da Justiça. Por isso faz mal tudo a que se propõe. Quando faz algo, é claro. Esteve há menos de um mês em Portugal, onde foi desmoralizado por autoridades ao se meter onde não era chamado (chamou o ex-premiê português de “criminoso” e foi repreendido de maneira até humilhante). Está de volta a Portugal, mesmo com as 55 mortes no matadouro em que foi transformado o complexo penitenciário de Manaus.

Enquanto as mortes corriam à solta, Moro fazia proselitismo político-partidário no Twitter, elogiando as manifestações do domingo. Aquelas que pediram o fechamento do Congresso, a morte de políticos, a repressão à imprensa e a instalação de uma ditadura militar chefiada por Bolsonaro. O ministro da Justiça elogiava manifestações que propunham o descumprimento da Constituição…

Ele não tem a mínima noção das funções de um ministro da Justiça. Desconfio, e creio estar certo, que deve detestar o trabalho. Está lá, como se diz em bom português, para “tapar o buraco”. Acorda todo dia pensando “naquilo”. Acorda todo dia enfastiado com as obrigações de ministro. Acorda e, para suportar o tédio, pensa no momento triunfal em que vai virar ministro do Supremo. Sergio Moro sabe que isso só é possível agora, quando o país vive crise institucional.

Rogério Correia, deputado federal (PT-MG)
Mandato Sempre na Luta
#SomosResistência

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *