Notícias

Fique por dentro!
Início » Governo cede à pressão do Bloco Minas sem Censura e aceita negociar com servidores públicos em greve

Governo cede à pressão do Bloco Minas sem Censura e aceita negociar com servidores públicos em greve

O Governo de Minas resolveu ceder e negociar com os movimentos grevistas após pressão exercida pelos parlamentares do Bloco Minas sem Censura. Um acordo estabeleceu a suspensão da desobstrução da pauta de votação no Plenário da Assembleia Legislativa pelos deputados da oposição em troca da reabertura de diálogo entre o governo e os servidores públicos em greve.

Para iniciar as negociações, já está marcada uma reunião entre os deputados petistas, Rogério Correia e Paulo Lamac, e representantes do governo e do Sindicato Únicos dos Trabalhadores em Educação do Estado de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) nesta quinta-feira, 14/07, às 19h, na Casa Legislativa, com a presença das secretárias do Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, e de Educação, Ana Lúcia Gazzola.

“O início de um diálogo já é um grande passo na busca do entendimento e uma grande conquista para o bloco Minas sem Censura; estou otimista e tenho certeza de que o governador vai se sensibilizar com a situação dos trabalhadores, das crianças fora das salas de aula há mais de um mês, bem como da população mineira que atualmente se encontra privada de atendimento médico”, afirmou Rogério Correia.

Em nome do Minas sem Censura, o deputado Adelmo Leão (PT) também se reúne agora à tarde com representantes do governo e do Sindicato Únicos dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde/MG) para discutir as reivindicações da categoria em greve.

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *