Notícias

Fique por dentro!
Início » Escândalo: PF admite “Lei do Telefonema” para manter Lula preso político

Escândalo: PF admite “Lei do Telefonema” para manter Lula preso político

Escandalosa a entrevista do diretor-geral da PF, Rogério Galloro, ao Estadão. Em certo momento, ele chega a dizer que não soltou o ex-presidente Lula, no ano passado e em razão de decisão legal do plantonista do TRF-4, incentivado por ligações telefônicas. Diz ele:

“Concluímos que iríamos cumprir a decisão do plantonista do TRF-4. Falei para o ministro Raul Jungmann (Segurança Pública): ‘Ministro, nós vamos soltar’. Em seguida, a (procuradora-geral da República) Raquel Dodge me ligou e disse que estava protocolando no STJ (Superior Tribunal de Justiça) contra a soltura. ‘E agora?’ Depois foi o (presidente do TRF-4) Thompson (Flores) quem nos ligou. ‘Eu estou determinando, não soltem’.”

Na prática, Galloro está afirmando que telefonemas valem mais que embargos judiciais, devidamente publicados e informados às autoridades competentes. O insuspeito jornalista Reinaldo Azevedo, antipetista conhecido, definiu bem em seu blog no UOL: “É a Lei do Telefonema”.

Leia aqui a entrevista completa: https://bit.ly/2vEFE6a

Mandato Sempre na Luta
Rogério Correia, deputado federal (PT-MG)
#SomosResistência

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *