Notícias

Fique por dentro!
Início » CPI da cloroquina já, por que o medo?

CPI da cloroquina já, por que o medo?

Há cinco meses existe protocolado na Câmara um pedido de CPI para investigar a produção em massa de cloroquina para “combater” a covid, levada a cabo pelo governo Bolsonaro. De autoria do deputado federal Rogério Correia (PT-MG), a CPI se faz necessária porque o governo gastou muito dinheiro e tempo para algo que desde antes já era contestado pela comunidade científica em todo o mundo.

A novidade sobre o tema vem de um depoimento do general André Luiz Silveira, comandante da 1ª Região Militar, no Rio. Coube a ele as explicações ao Tribunal de Contas da União sobre as razões do investimento do governo em um medicamento duvidoso (ou nem isso, já que sua ineficácia já era comprovada) e por um preço em dólar 77% superior ao adquirido pelo laboratório do Exército em 2019.

O general afirmou ao TCU que os preços eram os “de mercado” na época. Não convenceu.

“Precisamos investigar a fundo por que Bolsonaro autorizou, ou até determinou, um gasto tão grande em algo inútil”, diz o deputado Rogério Correia.

Mesmo com a produção em massa da cloroquina, o Brasil continua infelizmente entre os líderes em mortes por coronavírus.

Enquanto isso, na França, o guru dos “médicos” adeptos da cloroquina, Didier Raoult, foi na semana passada processado pela ordem dos médicos. Acusação: charlatanismo.

No Brasil, provavelmente seria ídolo dos bolsonaristas…

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *