Notícias

Fique por dentro!
Início » Coletiva cancelada: Bolsonaro sendo Bolsonaro

Coletiva cancelada: Bolsonaro sendo Bolsonaro

O cancelamento da entrevista coletiva à imprensa brasileira e internacional é apenas Bolsonaro sendo Bolsonaro. Desaconselhável surpreender-se com o fato.

Ainda nas eleições, o líder extremista brasileiro alegou não poder participar dos debates no primeiro turno. E logo em seguida dava entrevistas amigas aos amigos das redes de TV amigas. O mesmo ocorreu no segundo turno, quando fugiu de Haddad como o diabo da cruz, sempre alegando problemas de saúde, ainda que já tivesse alta médica. Depois, recorria novamente aos amigos na mídia.

É um mal que acomete a família e os amigos diletos. Por isso Flávio Bolsonaro, cada vez mais enrascado com as denúncias do caso Queiroz/Milícias/Marielle, recusou-se a depor no MP. O mesmo fez o ex-assessor/operador de dinheiro Fabrício Queiroz. Ambos, porém, tiveram disposição e tempo para conversar com os “jornalistas” benevolentes.

Hoje foi a vez de Bolsonaro ter a companhia dos ministros Sergio Moro, Paulo Guedes e Ernesto Araújo.

Os quatro julgam não dever satisfações ao público brasileiro.

“Isto é uma vergonha”, diria aquele jornalista, se não fosse tão amigo de Bolsonaro…

Rogério Correia,
deputado federal eleito
Mandato Sempre na Luta
#CPIdoBOZOqueiroz
#BolsonaroArregão

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *