Notícias

Fique por dentro!
Início » Casa caiu: Risco-Brasil dispara como nos tempos de FHC

Casa caiu: Risco-Brasil dispara como nos tempos de FHC

A casa caiu nesta segunda-feira 9 de março de 2020. Mas o pânico generalizado nos mercados financeiros é apenas o resultado palpável de algo que já era mais do que previsto. Desde pelo menos 2017 esperava-se pelo caos atual, agora agravado pelo coronavírus e pelos destemperos do governo Bolsonaro.

A situação já seria de extrema gravidade tivéssemos um governo sério, comprometido e responsável. Como sabemos ter um presidente mais preocupado em distribuir bananas a jornalistas e convocar atos contra instituições da democracia, a coisa piora muito. Muito!

O risco Brasil subiu 34% na manhã de hoje, em sua maior valorização desde 2002, ainda no governo FHC. Felizmente, continua em patamares, digamos, aceitáveis, pois despencou vertiginosamente ao longo dos governos petistas, saindo dos mais de 2 mil pontos sob Fernando Henrique para os menos de 300 no governo Dilma.

Outra herança positiva dos governos do PT corre risco: tentando segurar o dólar que não para de subir, Bolsonaro e Paulo Guedes aceleram a queima de reservas acumuladas por Lula e Dilma. Aliás, outro dia foi constrangedor ver um analista financeiro da TV admitir, meio a contragosto, que não estamos no caos total apenas devido a esse colchão de reservas conquistado pelos governos petistas.

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *