Notícias

Fique por dentro!
Início » Bolsonaro comete mais uma afronta a inteligência do mundo

Bolsonaro comete mais uma afronta a inteligência do mundo

Naquela sua linguagem típica, Jair Bolsonaro voltou a defender a cloroquina como cura da covid hoje, em Belém: “Caso tivessem sido tratadas lá atrás com esse medicamento, poderiam essas vidas terem sido (sic) evitadas”, afirmou.
Os dados conhecidos até o momento apontam cerca de 750 mil mortes em todo o mundo vítimas da doença. São estadunidenses, italianos, espanhóis, russos, chilenos, mexicanos… Estão todos errados e Bolsonaro está certo, no alto da sua absoluta ignorância sobre medicina e sobre qualquer assunto? (claro, com exceção de rachadinhas e milícias, nos quais ele é pós-doutor)
E o silêncio absurdo do Conselho Federal de Medicina diante de tanta barbaridade?
Aliás, cabe perguntar ao “presidente” e a seus ainda seguidores: onde foi parar aquele discurso feito até há poucos meses, que falava na categórica inexistência, ou na absoluta fragilidade da covid-19, apontada por Jair como uma simples “gripezinha”?
Estamos diante de uma ação criminosa, e isso ficará vergonhosamente óbvio para as gerações futuras, que então questionarão como chegamos a ter como presidente um ser tão estúpido. O desafio é não precisarmos chegar a tanto, sob pena de mais mortes, muito mais do que imaginávamos. #ForaBolsonaro
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "Rogério Correia Bolsonaro diz que cloroquina teria salvo os mais de 100 mil mortos pela Covid-19 BRASIL 2/.7 9 QUASE 800 MIL MORTOS NO MUNDO. ESTÃO ERRADOS OS EUA, RÚSSIA, ÍNDIA, ITÁLIA... MALANDRO ESTE JAIR BOLSONARO, HEIN?"
Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *