Notícias

Fique por dentro!
Início » Audiência Pública em Conceição do Mato Dentro vai discutir danos causados pela atividade mineradora na região

Audiência Pública em Conceição do Mato Dentro vai discutir danos causados pela atividade mineradora na região

Foto: Guilherme Dardanhan

_____A partir de denúncias de danos aos direitos fundamentais da população do município de Conceição do Mato Dentro causados pela atividade minerária na região, o deputado Rogério Correia solicitou a realização de uma nova audiência pública da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, dessa vez no município, para verificar de perto a situação enfrentada pelos moradores. A audiência pública será realizada na próxima sexta-feira, 05/07, às 13h, na Câmara Municipal de Conceição do Mato Dentro.

Problemas como a grilagem de terras, assoreamento de córregos e rios, coação da população e destruição do meio ambiente foram relatados por moradores e representantes da Defensoria Pública, do Ministério Público e da prefeitura do município na última audiência pública dessa comissão, realizada em junho deste ano, na Casa Legislativa. Além disso, a comunidade também denunciou a ocorrência de destruição de acessos, da fragmentação das famílias, da invasão de terras e da falta de água.

Segundo relatos, os problemas estariam sendo causados pela mineradora Anglo American, que atualmente implanta unidade mineradora no município. Outro questionamento feito na reunião foi a falta de estrutura da área urbana do município para receber as oito mil pessoas envolvidas na implantação do empreendimento, o que estaria causando problemas nas áreas da saúde, da educação e da segurança pública. Diante disso, foi entregue uma petição com três mil assinaturas pedindo a paralisação do empreendimento.

“Solicitamos essa nova audiência em Conceição do Mato Dentro justamente para discutir todas as graves denúncias de violação de direitos humanos apresentadas pela população. Os relatos que recebemos indicam que os problemas são causados pelas atividades da mineradora Anglo American na região. Acreditamos serem urgentes a apuração e o combate a esses abusos”, ressalta o deputado Rogério Correia.

Convidados – Foram chamados a participar da audiência o prefeito de Conceição do Mato Dentro, Reinaldo César de Lima Guimarães; o deputado federal Padre João (PT-MG); a diretora do Foro da Comarca de Conceição do Mato Dentro, juíza Erica Climene Xavier Duarte; o promotor Marcelo Mata Machado Leite Pereira; o superintendente regional do Ibama, Evandro Xavier Gomes; o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Adriano Magalhães Chaves; a procuradora da República Silmara Cristina Goulart; o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Patrimônio Cultural, Urbanístico e Habitacional, procurador Alceu José Torres Marques; o coordenador de Inclusão e Mobilização Sociais do Ministério Público Estadual, promotor Paulo Cesar Vicente de Lima; a coordenadora da Defensoria Pública Especializada em Direitos Humanos, Coletivos e Sócio-Ambientais, Flávia Marcelle Torres Ferreira de Morais; o presidente da Unidade de Negócios Minério de Ferro Brasil da Anglo American, Paulo Castellari Porchia; a pesquisadora do Laboratório de Cenários Socioambientais da PUC Minas, Denise de Castro Pereira; a pesquisadora do Grupo de Estudos em Temáticas Ambientais da UFMG, Ana Flávia Moreira Santos; o representante do Movimento Pelas Serras e Águas de Minas, Gustavo Tostes Gazzinelli; e o representante do Movimento dos Atingidos de Conceição do Mato Dentro, Lúcio Guerra Júnior.

 (com informações da ALMG)

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Comentários

  1. arnaldo - 5 de julho de 2013

    Uma pena ver tamanha destruição somente por minério que não vai trazer nenhum fruto à cidade. Sempre fui contra tamanha destruição, não contra a empresa e sim das atitudes beneficentes. Minha terra destruída não quero, acho que ninguém quer ver sua terra natal sendo destruída dessa maneira. Progresso sempre é bem vido, mas com responsabilidade.

Deixe uma resposta para arnaldo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *