Notícias

Fique por dentro!
Início » Atenção, Globo: democracia sem povo não é democracia

Atenção, Globo: democracia sem povo não é democracia

04/12/2017

Democracia sem povo é futebol sem bola, é roda de samba sem Cartola, é Minas Gerais sem montanha. Simplesmente não dá.

O jornal O Globo desta segunda-feira (4/12) defende, sem qualquer constrangimento, a democracia sem povo. Em artigo intitulado “O Judiciário definirá 2018”, o jornal não apenas constata um fato, mas o defende. Alega que, mais do que a vontade soberana do povo, o que contará no próximo ano será a vontade dos juízes – e apenas alguns juízes, por sinal.

Ninguém se surpreende com essa posição da Globo, pelo seu histórico. Apoiou o golpe de 1964, apoiou o conchavo que impossibilitou as Diretas em 1984, apoiou o desgoverno Sarney até onde pôde e, depois, foi fundamental para a eleição de Fernando Collor. Por fim, teve papel central, talvez como protagonista principal, no golpe que retirou a presidenta eleita Dilma Rousseff e colocou no poder uma quadrilha, fato hoje mais do que sabido por todos.

O povo brasileiro não pode aceitar essa ingerência sobre sua vontade soberana. Ela á seria equivocada se vinda de alguém com passado democrático, mas se torna indecente vinda de quem vem. Nesse sentido, é bom saber que, a cada dia, multiplicam-se as manifestações contrárias à Globo, como demonstraram os mineiros no último domingo, quando a torcida do Atlético protestou contra a propina paga nas negociações das transmissões esportivas.

Somente nossa luta diária, constante, vencerá este Brasil do golpe. Mais do que nunca é necessário estar sempre na luta. Democracia sem povo, não! Nem democracia é…

Rogério Correia,
deputado do PT

#SempreNaLuta

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *