Notícias

Fique por dentro!
Início » Acabou a mamata: Bolsonaro compra R$ 47 milhões de picanha e filé mignon da Friboi para as forças armadas

Acabou a mamata: Bolsonaro compra R$ 47 milhões de picanha e filé mignon da Friboi para as forças armadas

Mais um fato para a série “acabou a mamata” no governo das rachadinhas, do genocídio com “gripezinha” e das reformas antipovo: Jair Bolsonaro firmou contratos de R$ 47 milhões com a JBS para fornecimento de picanha, filé mignon e maminha para as Forças Armadas. De acordo com a revista Crusoé, publicação cujo grupo proprietário é antipetista e apoiou Bolsonaro desde o primeiro momento, a JBS firmou ao menos 30 contratos com o Ministério da Defesa desde o início de 2019, conforme dados do Portal da Transparência.

Na semana passada a mesma Crusoé já havia noticiado que o advogado Frederico Wassef, ligado à família Bolsonaro, havia recebido R$ 9 milhões da JBS e se reunido com integrantes da Procuradoria-Geral da república para negociar a repactuação da delação dos irmãos Batista.

A JBS/Friboi é aquela empresa cujo dono foi flagrado em áudio e vídeo atendendo a um pedido de propina feito por Aécio Neves. Não coincidentemente, Aécio entrou há dez dias para grupo que aderiu a Bolsonaro na Câmara dos Deputados.

Durante anos, essa turma espalhou fake news nas redes sociais afirmando que a Friboi pertencia ao filho do Lula, o Lulinha. Mesmo com os desmentidos de Lula e da própria empresa, milhões de peças gráficas e em texto contendo a mentira foram compartilhadas, principalmente no whatsapp.

Como se vê, portanto, a mamata não acabou. Ela na verdade começou de forma corriqueira e impune desde que a familícia chegou ao poder.

Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *