Notícias

Fique por dentro!
Início » Centro de Africanidade e Resistência Afro inaugura nova sede em Belo Horizonte; o antigo lactário, obra de Niemeyer, volta a ter função social e, agora, cultural

Centro de Africanidade e Resistência Afro inaugura nova sede em Belo Horizonte; o antigo lactário, obra de Niemeyer, volta a ter função social e, agora, cultural

Inaugurada, na última sexta-feira (19), a nova sede do Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro brasileira (Cenarab). Importante na luta contra a intolerância religiosa e o preconceito, a entidade agora vai funcionar no prédio do antigo lactário da capital, uma das primeiras obras atribuídas ao arquiteto Oscar Niemeyer.

O Mandato Coletivo Rogério Correia marcou presença e registrou o momento da defumação do local:

Umas das primeiras obras atribuídas ao arquiteto Oscar Niemeyer, o antigo lactário (lugar para distribuição de leite) ganhou em julho de 2012, durante o primeiro governo da presidenta Dilma Rousseff, uma função social e, agora, cultural. Foi cedido em comodato, pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU) ao Centro de Nacional Africanidade e Resistência Afro brasileira (CENARAB). O novo espaço do CENARAB acomodará a Escola de Empreendimento Solidário e demais atividades sociais desenvolvidas pela entidade, com capacidade para atender 1000 alunas e alunos por ano, nas diversas oficinas de formação e qualificação profissional.

O CENARAB foi fundado por religiosas e religiosas da tradição de matriz africana, no 1° Encontro Nacional de Entidades Negras – ENEN, em 1991, na cidade de São Paulo (SP). Já são anos de muita luta e disposição para transformar a realidade das comunidades tradicionais. No rol de suas ações destacamos o investimento da instituição na formação de lideranças como forma de combater a intolerância.

Para o CENARAB, fortalecer as comunidades tradicionais, impulsando sua organização é a melhor forma de colocá-las na rota da discussão racial, privilegiando o debate de ideias como forma de eliminar o preconceito que muitos têm destas.

CENARAB encontra-se, hoje, organizado em 18 Estados da Federação, com diretorias estaduais independentes e autônomas organizando as Comunidades Tradicionais de matriz africana e propondo políticas públicas nas diversas esferas do poder público constituído.

Assista à reportagem da Rede Minas:

Confira o álbum de fotos do jornal O Tempo:
> clique aqui <

 

Evento de inauguração da nova sede do Cenarab aconteceu na última sexta-feira (19) – Foto: João Godinho
Evento de inauguração da nova sede do Cenarab aconteceu na última sexta-feira (19) – Foto: João Godinho
Evento de inauguração da nova sede do Cenarab aconteceu na última sexta-feira (19) – Foto: João Godinho
Evento de inauguração da nova sede do Cenarab aconteceu na última sexta-feira (19) – Foto: João Godinho
Evento de inauguração da nova sede do Cenarab aconteceu na última sexta-feira (19) – Foto: João Godinho
Cadastre-se e receba o conteúdo especial que preparamos pra você!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *